Publicidade

Primeiramente, o Jovem Aprendiz Banco do Brasil é um dos modelos mais bem-sucedidos deste formato no país. Portanto, conheça como funciona e quais são as vantagens aos candidatos no qual são aprovados.

O Banco do Brasil é a primeira instituição financeira a funcionar no território nacional. Sua fundação foi uma das medidas da Família Real Portuguesa ao desembarcar na colônia. Atualmente, a entidade tem capital misto (público e privado) e com viés social bastante conhecido.

Publicidade

O Banco do Brasil patrocina atividades esportivas, projetos de sustentabilidade, educação e cultura. Uma das ações mais conhecidas é o Banco do Brasil Jovem Aprendiz. Aqui vamos detalhar tudo sobre o programa, acompanhe!

Como participar do Jovem Aprendiz Vale?

Sobre o programa Jovem Aprendiz Banco do Brasil

Começar uma carreira profissional trabalhando num dos maiores bancos do país, é oportunidade onde muitos jovens procuram, principalmente aqueles de baixa renda.

O Banco do Brasil foca nesse público, e estrutura seu programa de aprendizagem a partir de elementos objetivando qualificar o mercado de trabalho. Porém, também ajuda a desenvolver o lado pessoal dos aprendizes. A instituição tem 2 formatos de recrutamento dessa mão-de-obra iniciante.

Publicidade

Programa Jovem Aprendiz Banco do Brasil

Destina-se aqueles no qual possuem idade de 15 a 16 anos (incompletos), e estejam matriculados no ensino fundamental. Nesse modelo os recrutados cumprirão uma carga horária total de 1.840 horas, das quais 552 h de aulas teóricas e 1.288 h de aprendizado prático no banco.

Programa Jovem Aprendiz

A faixa etária aqui é de 18 a 22 anos (incompletos), e é necessário o ensino médio (cursando ou em andamento). Todo estágio se dará ao longo de 2.760 h, se dividindo em 1.932 h de trabalho numa agência BB e 828 h de teoria numa Entidade Sem Fins Lucrativos (ESFL).

Além desses existem outros critérios ao participar desse projeto, conforme veremos mais à frente. Portanto, são esses atrativos no qual fazem do Jovem Aprendiz do Banco do Brasil 2020. Dessa forma, é um dos mais buscados programas de oportunidade, inclusão e geração de renda do país.

Lei do Aprendiz

Primeiramente, o Jovem Aprendiz Banco do Brasil é solução desta instituição para cumprir a Lei de Aprendizagem (10.097/2000). Portanto, essa norma descreve obrigatoriedades aos contratantes, as principais são:

  • Contrato de trabalho especial – a contratação é assegurada por tempo pré-estabelecido e tudo é firmado na CTPS.
  • Formação técnico-profissional – além da rotina de trabalho, o contratante precisa garantir treinamento teórico, numa escola profissionalizante devidamente autorizada, normalmente do sistema S (Senac, Senai, etc.).
  • Jornada de trabalho – a carga horária do jovem não pode passar de 6 horas diárias, pois é essencial conciliar com as atividades teóricas obrigatórias.
  • Condições favoráveis – o contratante se compromete a alocar o aprendiz em atividades que este possa cumprir, e o ajudando a desenvolver seu caráter moral, físico e psicológico.

Esse contrato só será encerrado nessas situações:

  • Ineficiência do jovem;
  • Indisciplina grave;
  • Ausência nas aulas teóricas ou se o selecionado pedir dispensar (por vontade própria).

Portanto, sob nenhuma hipótese o recrutado terá o contrato interrompido sem nenhuma satisfação, por parte da empresa contratante. Dessa forma, nesse caso, sofrerá penalidades dos órgãos fiscalizadores.

jovem aprendiz banco do brasil

Requisitos e benefícios do Jovem Aprendiz Banco do Brasil

Como adiantamos, existem idades específicas para participar do Jovem Aprendiz do Banco do Brasil. Contudo, há uma lista maior de obrigatoriedades, confira abaixo:

  • Os candidatos precisam estudar em escolas públicas, ou sejam bolsistas em colégios particulares;
  • A renda per capita da família não pode ser superior a meio salário mínimo vigente no ato da inscrição;
  • Não são aceitos jovens onde já tenham ensino superior;
  • Não é permitido a inscrição daqueles que já tenham vínculo empregatício (mesmo sendo de aprendizagem);
  • Maiores de 18 anos (do público masculino) precisam apresentar comprovante de quitação militar;
  • A seleção privilegia candidatos com bom histórico escolar.

Decerto a entrega da documentação básica (RG, CPF, etc.) é etapa obrigatória ao participar da seleção do jovem aprendiz do Banco do Brasil. Dessa forma, os aprovados terão contrato de 24 meses (2 anos), podendo se estender, desde que tenham aprovação do banco e a ESFL no qual estejam ligados. Em relação aos benefícios do Jovem Aprendiz Banco do Brasil, fica destacado:

  • A remuneração básica é de 1 salário mínimo e meio;
  • O recrutado recebe vale alimentação de R$ 200,00;
  • Tem direito a vale transporte;
  • Estará inscrito no plano de saúde (como os demais trabalhadores da instituição).

Mas, os inscritos na categoria Aprendiz BB recebem vantagens como:

  • O pagamento de 1 salário-mínimo;
  • Vale alimentação de R$ 200,00;
  • Vale transporte;
  • Plano de saúde.

Evidentemente, a vantagem maior é a reputação da experiência profissional adquirida num dos mais importantes bancos brasileiros. Assim também, o crescimento pessoal no qual se atinge trabalhando numa empresa com tamanha estrutura.

Como participar Jovem Aprendiz Banco do Brasil? (passo a passo)

Primeiramente, o jovem aprendiz Banco do Brasil é destinado ao jovem de comunidade carente, conforme dito anteriormente. Por isso, de modo a fazer parte os interessados precisam estar vinculados a alguma Entidade Sem Fins Lucrativos.

Portanto, estas instituições precisam ser parceiras do Banco do Brasil. Devem atender vários critérios e posteriormente, inscrever no jovem aprendiz do Banco do Brasil. De modo a entender o funcionamento do processo do jovem aprendiz nesse banco, veja esse passo a passo:

  1. Acesse o site oficial do banco;
  2. Siga a parte inferior da página, e escolha a opção “Nossas Atuações”;
  3. Agora clique em “Programa Aprendiz” (no menu em destaque);
  4. Você terá todas as informações sobre a modalidade oferecida pela instituição bancária;
  5. Verifique em sua cidade se existem ONGs e outras entidades parceiras do BB;
  6. Em seguida, realize a inscrição e concorra as vagas disponíveis no Jovem Aprendiz.

Muitas vezes, ingressar numa ESFL, além de atender os requisitos básicos (renda, escolaridade, etc.), o jovem precisará fazer exames classificatórios. Lembrando, a fim de se tornar funcionário fixo do Banco do Brasil, é necessário aguardar concurso público.

Pois, a parte administrativa do Banco do Brasil, logo envolvendo o jovem aprendiz do mesmo, é vinculada ao Governo Federal. Embora sejam profissionais com contratos temporários, significando oportunidades de trabalhar por mais tempo no banco.

Portanto, se candidatar no Jovem Aprendiz Banco do Brasil é uma decisão essencial a quem quer vencer na vida.

Como participar do Jovem Aprendiz Coca Cola?

Publicidade